Image
Top

 

descrição  description

A Ribeira Grande é um curso de água cuja nascente se encontra na Lagoa do Fogo, e desagua na costa norte da Ilha de S. Miguel. No seu último troço, a ribeira atravessa o centro da cidade da Ribeira Grande, escavando um pequeno vale no centro do núcleo urbano.
Desusos
A imagem urbana da ribeira é caracterizada por traseiras, construções pobres, muros brutais, inacessibilidades, espaços em desuso – moinhos abandonados.
Não há contacto da cidade com a ribeira, a degradação ambiental e a poluição da linha de água, fizeram da ribeira um espaço desprezado pelos seus habitantes.
Abertura e identidade
Recuperar a ribeira tornando-a mais acessível, aberta e pública.
Criar um espaço contínuo, um programa global de abertura e identidade
Criar espaços abertos e reconvertíveis: espaços para descansar, terraços para merendar, galerias abertas para percorrer, esplanadas para conviver, prados para práticas desportivas informais.
Andar é divertido
Andar ao longo da ribeira deve ser uma nova e emocionante experiência: o caminho deve tornar coesa toda a área visualmente. Todos os caminhos devem estar relacionados com áreas de estacionamento. As ruas pedonais existentes entrecruzam-se com os novos caminhos gerando novas maneiras de caminhar na zona. O sistema de caminhos terá sinalética no pavimento marcando os diversos pontos de interesse e atracções turísticas da zona, como um grande mapa à escala 1:1, transformando uma área velha e aborrecida numa experiência nova e positiva.
Continuidade
Propomos um entendimento da ribeira como uma estrutura global, um percurso unido pelo verde público, que contenha novas relações programáticas e espaciais, que seja perceptível como entidade acessível relacionada visual e tematicamente.
Concentramo-nos em encontrar acessos fáceis à ribeira e desenvolver programas e itinerários lúdicos adequados às várias sequências urbanas.
Criar possibilidades
Em vez de resolver problemas estruturais da cidade existente, propomos criar novas possibilidades com as intervenções nas margens.
Abrir edifícios a actividades públicas: construir novos equipamentos, e reconverter edifícios existentes, que avançam sobre o rio, com novos programas públicos e semi-públicos, tais como: bares, esplanadas, postos informativos ou postos de apoio a actividades náuticas. Os caminhos exteriores poderão continuar dentro destes edifícios e assegurar o movimento contínuo e actividade pública no espaço interior.
Margens elásticas
Sendo o perfil da ribeira variável, o projecto considera dois níveis no tratamento das margens, que correspondem às cotas de estiagem e às cotas de cheia.
Criam-se percursos à cota baixa e à cota intermédia que serão submersos sazonalmente.
Constroem-se planos verticais em pedra (basalto) ou betão, com possibilidade de fixação de vegetação e texturas a estudar.
Os planos e plataformas horizontais serão revestidas a materiais permeáveis, variando entre pavimentos duros ou moles conforme a sua função.
Tipologia do verde
O projecto incorpora tipologias de espaço verde existentes na zona, como é exemplo as sebes de quartéis (*).
(*) Quartéis: quadrícula de sebes que protegem as zonas de cultivo dos ventos salgados do mar.

 

“RIBEIRA GRANDE” BANKS
Rearrangement of the “Ribeira Grande” Banks, Açores
Project of spread and incentive to the architectural creation in Açores, financed by the Ministry of the Culture through the Institute of Arts for the Support the Projects Program in the context of the Contemporary Art 2004

 

equipa  team

Projecto

2005

Localização

Ribeira Grande, Açores, Portugal

 

Arquitectura

Arquitectos

Francisco Vieira de Campos + Cristina Guedes

Equipa de Projecto

Francisco Vieira de Campos + Cristina Guedes

Arquitectura Paisagista

João Gomes da Silva

Promotor

Institutos das Artes, Universidade dos Açores
Câmara Municipal de Ponta Delgada e Câmara Municipal de Ribeira Grande

Project

2005

Location

Ribeira Grande, Açores, Portugal

 

Architecture

Architects

Francisco Vieira de Campos + Cristina Guedes

Project Team

Francisco Vieira de Campos + Cristina Guedes

Landscaping

João Gomes da Silva

Promotor

Institutos das Artes, Universidade dos Açores
Câmara Municipal de Ponta Delgada e Câmara Municipal de Ribeira Grande

.