Image
Top

descrição  description

O projecto de remodelação e ampliação da Escola Secundaria de Mirandela traduz-se numa leitura atenta de todos os edifícios ­existentes, com o cuidado de que a nova volumetria necessária para cumprir o programa promova um ambiente qualificado e envolvente.Pretende-se que o espaço escolar no seu todo se estabeleça como um elemento difusor de um ambiente de aprendizagem. Propõe-se no seu miolo um novo ‘continuum’ construído – learning street –, que integre fisicamente todas as funções públicas e sociais da escola e garanta as ligações a todos os edifícios existentes de modo facilmente legível e identificável. Esta condição intersticial é contrariada pela grande transparência transversal do edifício laminar, que permite interagir com o exterior verde e construções existentes através de mangas de ligação transversais a várias cotas.

O conceito e as condicionantes do desenvolvimento do projecto conduziram a uma solução com uma forte componente de pré-fabricação em betão nos edifícios de raiz. O sistema construtivo racionaliza e concilia estrutura, infra-estrutura e climatização.

O projecto obedece a um conceito formal de regras simples e prevê um grande pragmatismo na aproximação aos recursos disponíveis no mercado, nomeadamente na utilização das tecnologias nacionais, no uso de materiais e sistemas construtivos que permitam facilidade e rapidez de execução pelo uso de tecnologia estandardizada adaptada às opções formais.

 

The renovation and extension of the secondary school of mirandela translates into a careful reading of all the existing surrounding buildings, with the attention that the new necessary volume fulfills the program in an embracing and qualified ambiance. It is intended that the scholar space in its all, establishes as an diffusive element for learning. In its nucleus, it is proposed as a new built “continuum” – learning street – that integrates physically all its public and social functions and guarantees the connections to all the existing buildings in an readable and identifiable way. This interstitial condition is counteracted by the great transversal transparency of the bladed building, that allows to interact with the green exterior and the surrounding buildings through diagonal connection sleeves at several elevations.
The concept and the conditions of the project development lead to a solution with a strong concrete precast component of the original buildings. The constructive system rationalizes and conciliates, structure, infra-structure and climatization.
The project obeys to a formal concept of simple rules and predicts a great pragmatism in the approximation to the market available resources, particularly the use of national technologies, materials and constructive systems that allowed quickness and ease execution by the use of standard technology adapted to the formal options.

equipa  team

Projecto

2009

Cliente

Parque Escolar EPE

Localização

Mirandela, Portugal

Área

14.814m²

 

Arquitectura

Arquitectos

Cristina Guedes + Francisco Vieira de Campos

Equipa de Projecto

Cristina Maximino, Neuza Talhão, Joana Miguel, Inês Ferreira, Francisco Lencastre, Pedro Costa, Inês Mesquita, Pedro Azevedo, João Fernandes, Tiago Souto e Castro

 

Engenharias

Estruturas

Hipólito de Sousa – SOPSEC, SA

Instalações Hidráulicas

Diogo Leite – SOPSEC, SA

Instalações Mecânicas e Gás

Raul Bessa – GET, Lda

Instalações e Equipamentos Electricos, Telecomunicações

Fernando Silva – OHM-E, Lda

Acondicionamento Acústico

Filomena Macedo – SOPSEC, SA

Segurança Integrada 

José Manuel Costa – OHM-E, Lda

Paisagismo

Victor Beiramar Diniz – Estudo Prévio, Jorge Maia – Projecto de Execução

 

Fotografia

Arquivo do Escritório

Project

2009

Client

Parque Escolar EPE

Location

Mirandela, Portugal

Area

14.814m²

 

Architecture

Architects

Cristina Guedes + Francisco Vieira de Campos

Project Team

Cristina Maximino, Neuza Talhão, Joana Miguel, Inês Ferreira, Francisco Lencastre, Pedro Costa, Inês Mesquita, Pedro Azevedo, João Fernandes, Tiago Souto e Castro

 

Engineering

Structure

Hipólito de Sousa – SOPSEC, SA

Hydraulic Installations

Diogo Leite – SOPSEC, SA

Mechanical and Gas Installations

Raul Bessa – GET, Lda

Electrical and Telecommunication Installations

Fernando Silva – OHM-E, Lda

Acoustics

Filomena Macedo – SOPSEC, SA

Integrated Security Installations

José Manuel Costa – OHM-E, Lda

Landscaping

Victor Beiramar Diniz – Estudo Prévio, Jorge Maia – Projecto de Execução

 

Photography

Arquivo do Escritório

.