Image
Top

descrição  description

Conceito arquitectónico
De forma a respeitar o valor arquitectónico do espaço preexistente, o centro interpretativo apresenta-se como uma estrutura autónoma e flexível, elevada acima do pavimento e apoiando-se sobre um canal infraestrutural, permitindo uma intervenção mínima na arquitectura. A escala arquitectónica ditada pelo espaço e as marcas estratigráficas nele registadas (outrora existiram dois pisos de ocupação) conduziram a uma reinterpretação desses indícios através da utilização de uma escala “gigante” na nova estrutura. A sua presença visual e desmaterializada caracterizada pelo recurso à cortina com vários véus em rede maleável onde a luz quente acentua o efeito cénico quase teatral conduzindo à narrativa que se vai vivenciar.
Ânimos impellere – a cortina como primeira porta do discurso de comunicação impele na sua abstracção formal para a descoberta. No interior, o discurso expositivo marcado por uma gramática contemporânea com suportes desmaterializados – multimédia, videogramas, sonoplastia – leva a um exercício de fruição – verdadeiro “teatro de memória”.

Conceito expositivo
O público entrará num canal sequencial de acontecimentos audiovisuais, interagindo à sua passagem, conduzida pelo percurso temático da exposição. O interesse do visitante ficará marcado pela diversidade de suportes comunicativos convergentes num único espectáculo unimedial, mas construído em perspectivas complementares pelos dois lados do canal. O sistema contará com projecção vídeo, painéis impressos, vitrinas iluminadas, monitores LCD com filmes em loop e suportes de apoio para blocos esculpidos devidamente iluminadas, ao som que acompanhará complementarmente a apresentação de cada tema.

 

architectural concept

Given the historic context and in order to minimize impact on the Monastery, the Interpretative Centre appears as a flexible and autonomous structure which is slightly raised above the ground.
This massive space was put to different uses during its history and the marks left by this occupancy dictated the height and scale of our work.
Its visual dematerialized presence is characterized by the use of a curtain with various soft net veils where the warm light accentuates almost theatrical scenic effect that leads to the narrative that we are about to experience.
Ânimos impellere – in its abstract form the curtain is the first step along the path towards discovery of this narrative.
The exhibition combines original 14th century objects from the monastery – stain glass and statues (sculptures) –with the contemporary language of multimedia – videos and sound – leading visitors to enjoy a true “theater of memory”.

 

equipa  team

Concurso

2004 (1º Prémio)

Projecto

2005-2011

Construção

2010-2012

Cliente

Igespar – Direcção Regional De Coimbra

Localização

Batalha, Portugal

Área

161m² 

 

Arquitectura

Arquitectos

Cristina Guedes + Francisco Vieira De Campos

Coordenação de Projecto

Cristina Guedes + Francisco Vieira De Campos

Equipa de Projecto

Adalgisa Lopes, Francisco Lencastre, Pedro Azevedo, Cristina Maximino, Odete Pereira, Pedro Jordão, Inês Mesquita, Ana Leite Fernandes, Nélson Cambão, Vânia Maia, Ana Matias

Coordenação da Produção e Conteúdos Expositivos

Gabriella Casella – Cariátides, Lda

Design de Comunicação

Francisco Providência

 

Engenharias

Estruturas

Alípio Guedes

Consultadoria

Struconcept, Lda

Instalações Mecânicas de Climatização

Raul Bessa – Get, Lda

Instalações e Equipamentos Eléctricos, Segurança e Sonorização

Raul Serafim e Associados, Lda

 

Construtor

Constragraço – Construções Civis, Lda

 

Fotografia

Luís Ferrreira Alves

 

Competition

2004 (1º Prize)

Project

2005-2011

Construction

2010-2012

Client

Igespar – Direcção Regional De Coimbra

Location

Batalha, Portugal

Area

161m²

 

Architecture

Architects

Cristina Guedes + Francisco Vieira De Campos

Project Manager

Cristina Guedes + Francisco Vieira De Campos

Project Team

Adalgisa Lopes, Francisco Lencastre, Pedro Azevedo, Cristina Maximino, Odete Pereira, Pedro Jordão, Inês Mesquita, Ana Leite Fernandes, Nélson Cambão, Vânia Maia, Ana Matias

Production Coordination and Expositive Contents

Gabriella Casella – Cariátides, Lda

Communication Design

Francisco Providência

 

Engineering

Structure

Alípio Guedes

Consultant

Struconcept, Lda

Mechanical Climatization Instalations

Raul Bessa – Get, Lda

Instalations and Electrical Equipaments, Security and Sonorization

Raul Serafim E Associados, Lda

 

Constructor

Constragraço – Construções Civis, Lda

 

Photography

Luís Ferrreira Alves

 

 

.