Image
Top

descrição  description

Topografia

A proposta de ampliação da Adega na Quinta do Valado concilia a necessidade de expansão da adega existente com a correcta integração na paisagem natural.

A intervenção prevê a manutenção dos edifícios existentes, complementando-os com a reestruturação necessária à construção de novos edifícios: Armazém de Fermentação, Armazém de Barricas e Recepção.

A resolução de uma adega que funciona por gravidade obriga ao entendimento de todo o sistema produtivo e a um grande rigor, disciplina e restrição na implantação das cotas dos edifícios. Os novos volumes criam uma relação de tensão e equilíbrio entre edifícios e topografia, integrando-se no terreno sem deixarem de afirmar a sua natureza artificial.

O Armazém de Barricas, simultaneamente, autonomiza-se e dialoga com a paisagem, tomando como base a topografia dos socalcos do Douro. Uma grande massa encrostada no terreno remata numa consola. Assim o edifício ora se agarra ao solo, tornando-se rocha e barreira física, ora se solta, permitindo o seu atravessamento.

O projecto concilia a estrutura e infra-estrutura na concepção de uma forma ancestral abobadada.

Com o volume exterior paralelepipédico e espaço interior abobadado, a omissão do material não resistente da parede possibilita a criação duma caixa-de-ar, simultaneamente túnel de infra-estruturas e sistema de ventilação natural que permitem um bom desempenho térmico para os estágios dos vinhos.

Todos os volumes são construídos em betão com acabamento bujardado no interior, enquanto no exterior são revestidos a pedra de xisto tratada de modo contemporâneo. 

 

Topography

The proposed expansion of the winery at Quinta do Vallado reconciles the need for the expansion of the existing winery with proper integration into natural landscape.

The intervention provides for the maintenance of the existing buildings, complemented by the restructuring necessary for the construction of new buildings: a warehouse for barrels and a new reception.

The modification of a winery that operates by gravity requires the understanding of the entire production system and a great rigour, discipline and restraint in the implementation of the heights of the buildings. The new volumes create a relationship of tension and balance between buildings and topography, integrating themselves into the land while continuing to affirm their artificial nature.

The barrel warehouse is, simultaneously, autonomous and interacting with the landscape, based on the topography of the terraces of Douro. A large landmass embedded in the land terminates the projection. In this way the building either clings to the ground, becoming rock and physical barrier, or is released, allowing it to be pierced.

The design reconciles the structure and facilities in the conception of an ancestral vaulted shape.

With the parallelepiped outer volume and vaulted interior space, the omission of non-resistant material in the wall enables the creation of an air chamber, simultaneously being a tunnel for facilities and a natural ventilation system that provides good thermal performance for the ageing of wine. All the volumes are constructed in concrete with bush hammered finish on the interior, as the exterior is covered with slate that has been treated in a contemporary manner.

 

equipa  team

Projecto

2007-2010

Construção

2008-2010

Cliente

Quinta do Vallado, Sociedade Agrícola, Lda

Localização

Vilarinho de Freires, Peso da Régua, Portugal

Área

4.142m² 

 

Arquitectura

Arquitectos

Menos é Mais Arquitectos Associados, Lda

Autores

Francisco Vieira de Campos

Coordenadores de Projecto

Francisco Vieira de Campos

Equipa de Projecto 

Inês Mesquita, Mariana Sendas, Cristina Maximino, Adalgisa Lopes, Ana Fernandes, Luís Campos, João Pontes, Joana Miguel, Francisco Lencastre, Tiago Souto e Castro, Miguel Brochado

 

Engenharias

Estruturas

Adão da Fonseca, Tiago Alves – ADFconsultores, SA 

Instalações Hidráulicas

Fernanda Valente – Newton-C, Lda 

Instalações Eléctricas, Segurança e Telecomunicações 

Fernando Aires – GPIC, Lda 

Instalações Acondicionamento Acústico 

Raul Calejo – SOPSEC, SA

Instalações de Equipamentos de Vinícolas

Daniel Bastos – Metalúrgica Progresso, Lda

Instalações Mecânicas e Gás

Raul Bessa – GET, Lda.

Arruamentos

Homero Correia 

 

Construtor

Ferreira Construções, SA 

Fiscalização

Aníbal Madureira

 

Fotografia

Alberto Plácido, Fernando Guerra (FG+SG) 

Project

2007-2010

Construction

2008-2010

Client

Quinta do Vallado, Sociedade Agrícola, Lda

Location

Vilarinho de Freires, Peso da Régua, Portugal

Area

4.142m² 

 

Architecture

Architects

Menos é Mais Arquitectos Associados, Lda

Authors

Francisco Vieira de Campos

Team Manager

Francisco Vieira de Campos

Project Team 

Inês Mesquita, Mariana Sendas, Cristina Maximino, Adalgisa Lopes, Ana Fernandes, Luís Campos, João Pontes, Joana Miguel, Francisco Lencastre, Tiago Souto e Castro, Miguel Brochado

 

Engineering

Structures

Adão da Fonseca, Tiago Alves – ADFconsultores, SA 

Hydraulic Installations

Fernanda Valente – Newton-C, Lda 

Electrical Equipment, Security and Telecomunication Installations

Fernando Aires – GPIC, Lda 

Acoustic Installations 

Raul Calejo – SOPSEC, SA

Winery Equipment Installation

Daniel Bastos – Metalúrgica Progresso, Lda

Mechanical and Gas Installations

Raul Bessa – GET, Lda.

Street Planner

Homero Correia 

 

Constructor

Ferreira Construções, SA 

Supervisor

Aníbal Madureira

 

Photography

Alberto Plácido, Fernando Guerra (FG+SG) 

.